(18) 99802-9102

[email protected]

Minas Gerais

Seleção dos Cafés do Estado de Minas Gerais

  1. Serra da Canastra - MG - 250 gramas

    Serra da Canastra - MG - 250 gramas

    R$34,90

    Esgotado

    89 pontos SCA. Sétimo colocado na concurso CUP OF EXCELLENCE 2016. 

    Os 1.245 metros de altitude e as lavouras protegidas por um magnífico paredão de pedra ajudam a contar a história desse sítio, que está sendo preparado para fazer história.

    Hoje conta com 15.680 pés de grande produtividade e qualidade, com o ideal de se tornar uma propriedade-exemplo para a comunidade do Lageado - no município de Vargem Bonita - MG, em que se pode atestar boas práticas de trato cultural e técnicas inovadoras de pós-colheita.

    As beliches suspensas, estufas, tanques de fermentação e plano de adubação orgânica estão entre as prioridades do sítio, que hoje já possui o certificado Certifica Minas.

    Atualmente lidera um movimento associativista em prol da valorização do café da região, buscando sempre equilíbrio entre os custos, a produtividade e o meio ambiente.

    Características da propriedade

    • Localização: 20°32’50’’ S / 46°18’00’’ O
    • Região: Serra da Canastra
    • Área total: 25ha
    • Área cultivada com café: 5,5ha
    • Maior altitude: 1.376m
    • Menor altitude: 1.205m

    Certificações: Certifica Minas 2017

    250 gramas

    Detalhes
  2. Minas - Fazenda Pântano - Cerrado Mineiro - 250 gramas

    Minas - Fazenda Pântano - Cerrado Mineiro - 250 gramas

    R$34,90

    250 gramas. Torra média. Variedade 100% Arábica.

    Fazenda Pântano: A Região do Cerrado Mineiro é uma origem de produção de café de alta qualidade, reconhecido no Mundo. Foi a primeira “Denominação de Origem” no Brasil, localizado no noroeste do Estado de Minas Gerais. Nesta região, as estações climáticas são bem definidas, com o verão quente e úmido e o inverno seco. As plantações de café são cultivadas em áreas com altitudes variando ente 800 e 1.300 metros. Produzido pelo Sr. Wagner Ferrero, no município de Patos de Minas – MG. Ferrero carrega nas veias a paixão pela cafeicultura. Neto de imigrantes italianos, que chegaram ao Brasil em 1912 para trabalhar nas lavouras de café, hoje é um dos maiores produtores de cafés especiais do Brasil, cultivados em mais de 550 hectares.

    Detalhes
  3. Serra do Salitre - Cerrado Mineiro

    Serra do Salitre - Cerrado Mineiro

    R$34,90

    Esgotado

    Pontuação: 85 pontos SCA - 250 gramas. Torra média. Variedade 100% Arábica. 

    Café do Cerrado Mineiro, atualmente uma das mais importantes regiões da cafeicultura brasileira. A Designação de Origem do Cerrado é uma marca forte que se traduz em qualidade do café. O Cerrado Mineiro é composto de diversas micro-regiões entre elas a Serra do Salitre onde Marcelo Balerini produziu esse café 100% Arábica, cultivar Catuaí 162, avaliado com 85 pontos SCA. 

     

     

     

    Detalhes
  4. Mantiqueira de Minas

    Mantiqueira de Minas

    R$34,90

    Esgotado

    88 pontos SCA - 250 gramas. Torra média. Variedade 100% Arábica. 

    Café da Fazenda Boa Vista situada em Dom Viçoso, MG.  A propriedade iniciou o cultivo do café no ano de 1975, com as variedades Catuaí e Novo Mundo. Os irmãos Marcelo e Flávio Carvalho Ferraz, vêm buscando incessantemente o aprimoramento das lavouras das variedades Bourbon, Catucaí , Catuaí e Icatu. Com a utilização de técnicas contemporâneas e sustentáveis, a modernização das instalações e da maquinaria e qualificação da mão de obra, a qualidade dos grãos do Coffea arabica tem sido melhorada a cada ano.

    Além da melhora nas técnicas de cultivo e de processamento dos grãos, a Fazenda Boa Vista conta com terras excelentes para o café, além da altitude média de 1200m, fatores que concorrem para a excelência da bebida em seu preparo final. Pode-se dizer que ali temos o verdadeiro terroir, ou seja, a interação da terra com o clima sob as habilidades humanas.

    Como parte do programa de melhoria da fazenda, foi inaugurada em 2011 a nova casa sede, com projeto arquitetônico de um dos próprios sócios, o arquiteto Marcelo Carvalho Ferraz, titular do escritório Brasil Arquitetura (www.brasilarquitetura.com), sediado em São Paulo. A “Casa Dom Viçoso” recebeu o prêmio "Melhor da Arquitetura 2012 - categoria casa de campo” e foi largamente publicada em revistas especializadas.

    Detalhes
  5. Chapadão de Ferro - Cerrado Mineiro - 250 gramas

    Chapadão de Ferro - Cerrado Mineiro - 250 gramas

    R$34,90

    250 gramas. Torra média. Variedade 100% Arábica. 

    Esse café vem de um lugar muito interessante, uma cratera de origem vulcânica. Essa cratera de 16 km de diâmetro fica localizada no município de Patrocínio – MG.  Rodeada por tantos mistérios, fez desta região um microclima propício à cultura do café. Uma característica peculiar a este lugar é a redução da insolação. A elevação das bordas da cratera faz com que o Chapadão de Ferro receba cerca de 40 minutos a menos de luz por dia. O resultado é uma diminuição da temperatura média e um ciclo de maturação mais longo do que as áreas externas ao Chapadão de Ferro. Esse fator combinado a um solo rico em minerais, resultou em cafés de alta complexidade, típicas de regiões vulcânicas.  

     

    Detalhes
  6. Vice - Campeão Cerrado Mineiro

    Vice - Campeão Cerrado Mineiro

    R$39,90

    Vice - Campeão do Cerrado Mineiro (V Prêmio Região do Cerrado Mineiro)

    91,5 Pontos SCA

    Produtor Ismael José Andrade

    Fazenda São Silvestre

    Variedade: Icatú Amarelo - 100% Arábica 

    Município: Serra do Salitre - MG

    Altitude 1207 metros

    Acidez lactea

    Corpo amanteigado e cremoso

    Aroma de frutas vermelhas, mamão, maça verde, rapadura, caramelo, morango com leite, chocolate, geleia de frutas silvestres e pão de mel

    250 gramas

    Detalhes
  7. Matas de Minas - 250 gramas

    De: R$38,70

    Por: R$34,90

    250 gramas. Torra média. Variedade 100% Arábica. 

     

    O sítio São Roque está localizado na cidade de Manhumirim, na região das Matas de Minas, com uma altitude variando entre 900 a 1000 metros.

    O clima característico da região de montanhas, permite ao produtor Francisco Carlos Porcaro produzir cafés especiais. Por ser Engenheiro Agrônomo conduz com boas técnicas agronômicas todo processo de produção do café. O plantio possui espaçamentos mais largo, recebendo maior incidência da luz solar, as adulações são balanceadas e a secagem é precisa. A colheita é manual e feita com um cuidado especial, colhendo apenas os grãos maduros, garantindo a alta qualidade com nuâncias em aroma e sabores.

    A Região das Matas de Minas é uma origem produtora de cafés especiais composta por 65 municípios, situada em uma área de Mata Atlântica, no leste do Estado de Minas Gerais.

             

    Detalhes